Ainda estou aqui

16:32

Reprodução: Pinterest

Eu sei, eu sei, já faz um bom tempo que não apareço por aqui. Também sei que o blog completou um ano de existência e quero deixar claro que me orgulho disso, que sou grata a cada leitor que temos, por isso em hipótese alguma pense que me esqueci daqui, afinal isso é impossível!

Tanta coisa aconteceu nesse tempo que estive fora, minha vida mudou completamente, houve momentos em que sorri feito boba e outros que chorei até não restar uma única lágrima. Sinceramente, ainda não sei como me sinto, ainda estou perdida dentro de mim, ainda tenho dias em que me amo e outros em que me odeio.

Deixe-me contar alguns segredinhos, apesar de aparentar que está tudo bem e que tenho um super ego, a verdade é que ainda tem dias que se mostram difíceis, dias em que a vontade é de ficar na cama até parar de doer, dias em que me odeio por ser quem sou, dias em que evito o espelho por não gostar da imagem que nele reflete, dias em que nem a maquiagem consegue fazer eu me sentir melhor, dias que a saudade fala mais alto que tudo e nesses dias me sinto terrivelmente sozinha, me afogando em mim mesma.

 O problema é que sempre me afundo no passado,  enquanto anseio o futuro e não vou mentir, tenho mesmo  essa mania de tentar afastar tudo e todos quando as  coisas começam a desabar. Admito também que sinto a  falta de alguém que a vida me tirou e foi esse alguém  que me segurou quando tudo pareceu ter acabado.  Porém, o estranho é a falta que sinto de alguém que  ainda não chegou, alguém que nem ao menos sei se irá  chegar, mesmo assim sinto falta do abraço e da  segurança que acreditei que essa pessoa vai me passar.

 Todavia, finalmente aprendi que mesmo nos dias ruins  tenho que prosseguir, mesmo que tudo desabe tenho que  seguir, afinal não adianta parar e se lamentar, isso não  resolve as coisas, isso não torna a dor mais suportável e  isso não me faz superar. 

 Talvez eu tenha mudado em vários aspectos, mas  acredite, continuo sendo a garota chorona, insegura,  impulsiva, que alimenta paixões platônicas, que planeja  o casamento perfeito, que come por ser ansiosa demais,  que tem o sangue quente, que se revolta e se arrepende.  Ainda sou a garotinha que chora escondido no quarto,  que gosta de ouvir histórias, que sorri para todos e acredita que um banho de chuva pode renovar a alma.

É, sem dúvidas eu mudei, mas claramente ainda existem vestígios da garota que um dia criou esse blog!

You Might Also Like

2 comentários

Hey, me conta o que achou! ♥

Wattpad

Citação:

"O amor não é uma brincadeira! Não é a suavidade das flores! É trabalho pesado, uma busca que nunca termina. Exige tudo de você, especialmente a verdade. Somente então lhe concede recompensas."

- A Casa de Hades.

Blog Archive