Quando não senti

Pinterest
 Sempre fui uma garota que transborda sentimentos, nunca soube sentir pouco, era sempre o oitenta e jamais o oito. Mas depois de alguns corações partidos, várias desiluções e uma porção de mentiras, digamos que tudo isso mudou!

Era a que sempre estava apaixonada por alguém, sempre me iludia e mentia para mim mesma que estava tudo bem, mas não estava! Me jogava de cabeça nas paixões platônicas, quebrando a cara e o coração. Mantinha amizades autodestrutivas por medo de ficar sozinha e isso me garantio um sério problema de ansiedade. Me enganava para acreditar nas suas mentiras, enquanto aqui dentro uma voz gritava para não confiar e isso me levou a uma depressão.

É, mas depois de um tempo as coisas mudam, não é?! Afinal, todos nos cansamos de manter relacionamentos abusivos e sejam esses vinculos de amizade, amor ou qualquer outra coisa.

Pinterest
Há algum tempo não me apaixono por alguém, minhas amigas ainda se surpreendem ao me ouvirem dizer que não tenho nenhuma paixão e que estou feliz sozinha. Estar feliz sozinha não quer dizer que não queira encontrar alguém ou que às vezes não sinto falta de uma companhia, porque é claro que sinto, mas se caminhei até aqui sem ninguém não é assim tão difícil continuar. Estou pronta para viver um grande amor, a diferença é que me cansei de procurá-lo a cada esquina.

As amizades, bem menos da metade daquelas pessoas que se diziam minhas amigas ainda estão por aqui. Precisei ficar um tempo sozinha para enfim descobrir quem realmente se importa, é claro que não foi fácil! Foi bem na época em que comecei a faculdade, estava insegura e com crises de ansiedade, sentia a falta de um amigo para me fazer rir e me confortar, mas tive que segurar firme e seguir em frente. Hoje sei que isso foi necessário para que pudesse enxergar que sou forte e posso me levantar sozinha!

Quanto a você? Oras, depois de todos esses anos, depois de todas aquelas palavras rispídas, depois de tantas lágrimas e tantas noites em claro, veio a superação. Com a superação, não demorou muito para que se tornasse praticamente um estranho, afinal com esse abismo entre nós fica difícil manter os sentimentos e depois de ter envenanado cada laço que eu insistia em manter... Ah, a indiferença se tornou minha amiga!

Pinterest
Todavia a vida é uma caixa de surpresas cheia de estranhezas, que não tardou em me fazer recordar de ti, porém o estranho é o fato de não estra sentindo nada, não é que pense que você merece isso, porque não merece! É só o não conseguir sentir, é como se fossêmos completos estranhos que nos trombamos algum dia por aí. Mas te garanto que tô com essa dorzinha chata aqui dentro e essa sensação de que sou a pior pessoa do mundo por não sentir tão extremamente.

Quem diria que o dia que não senti, seria o pior de toda minha existência? Quem me roubou os sentimentos? Me perdoa, mas foi você mesmo que plantou aqui dentro do meu peito esse medo patético de me permitir sentir, foi você que cortou nossos laços sem nenhuma dó, foi você quem me mostrou que sentir nos deixa vulneráveis e cegos.

Me perdoa e rezo para que um dia possa voltar a transbordar sem medos!

São Paulo

Pinterest
Dia 25 foi aniversário da minha tão querida "Terra da Garoa" e só agora que me toquei que não escrevi nada sobre ela... Bem, acabei de ler um post falando sobre as diferenças do interior para a capital (confira o post aqui). Admito que já sabia grande parte dessas diferenças, mas lê-las fez com que me imaginasse por lá e me relmbrou de um sonho antigo.

Nem todos que me conhecem sabem, mas tenho um amor e admiração por Sampa, afinal lá é a cidade onde você encontra praticamente tudo. São Paulo é o local de recomeços, de grandes chances e onde sonhos podem se tornar reais! É lá que se encontra inúmeros shoppings, grandes museus, incríveis teatros e shows inesquecíveis. 

É básicamente impossível dizer que não tem nada para fazer em São Paulo! Ruas movimentadas e convidativas, barzinhos e restaurantes amistosos, lá é onde todos se encontram. Encontram novos amigos, encontram a si mesmo, lugar onde a diversidade reina e há sempre espacinho para mais um.

Pinterest
Eu sei, eu sei, aquela enorme cidade pode ser assustadora em bem que se chega, afinal um quarteirão que se ande e você se perdeu, um trânsito caótico, metrôs apinhados de gente, todos sempre com pressa para chegar a um destino e um clima extremamente bipolar, mas mesmo assim te garanto que São Paulo é uma cidade maravilhosa!

Se estiver exagerando, peço que me desculpe e compreenda que essa é a visão de uma sonhadora apaixonada por esse lugar onde tudo pode se longe. 

Desde criança sonho em morar em São Paulo, lembro-me de acreditar que quando fosse para faculdade, teria um apartamento um apartamento para chamar de meu e que trabalharia escrevendo em alguma grande editora de livros. Todavia com o passar dos anos aprendemos que nem tudo é tão simples quanto parece, com o custo de vida alta e a onda de desemprego que nos encontramos, sonhos são replanejados e deixados para mais tarde.

O que tenho a dizer é que tenha certeza minha querida São Paulo que um dia ainda terei um apartamento aí e trabalharei escrevendo. E te garanto que existe sim amor em SP!

As Vantagens de Ser Invisível, de Stephen Chbosky


"Nós aceitamos o amor que achamos merecer."

Livro: As Vantagens de Ser Invisível
Escritor: Stephen Chbosky
Páginas: 223
Gênero: Young Adult/ Drama
Editora: Rocco


Conheci esse livro por causa de seu filme, apesar de ter gostado do filme, não tinha entendido muito bem tudo o que tinha acontecido, o que me deixou curiosa para ver o livro. Como já é de se esperar, há diferenças entre o filme e o livro, afinal é uma adaptação! 

O livro é contado todo em formato de cartas, não se sabe para quem o personagem escreve e do próprio personagem só se conhece aquilo que ele deseja nos contar! 

Charlie é o filho caçula de três irmãos. Seu irmão mais velho está na faculdade e conseguiu uma bolsa por causa do futebol americano, é um cara popular que gosta de festas e de sair com garotas. Já sua irmã do meio, está no último ano do colegial, é uma garota bonita e inteligente, mas que está em um relacionamento abusivo. Enquanto isso ele é apenas um calouro, cuja o único amigo cometeu suicídio. 

O livro se inicia uma noite antes do primeiro dia de aula dele, Charlie nos fala um pouco sobre ele e sua família, sobre Michael que era seu melhor amigo e sobre sua Tia Helen, que era a pessoa que ele mais gostava no mundo. Ele não está confiante com o primeiro dia de aula e logo você nota que Charlie tem problemas emocionais, mas não consegue detectar de onde eles surgiram.

Além da divisão em formato de cartas, o livro também se divide em quatro partes. Ao decorrer da história Charlie faz amizade com Patrick e Sam. Patrick é um cara divertido que está sempre pra cima, ele é gay e saí com um dos caras do time de futebol, o problema é que nem o pai do cara e nem ninguém pode saber da relação dos dois. Sam é uma garota bonita, porém ele explica que ela possuí uma beleza não convencional, inteligente, porém por algum motivo sempre se envolve com caras errados e que não a merecem.

Patrick e Sam apresentam a Charlie novos amigos, músicas boas e festas legais. Isso faz com que ele se sinta melhor e acredite que achou seu lugar no mundo! Mas depois de um tempo Charlie descobre a difícil lição de que guardar um problema para si mesmo, pode te fazer muito mal, e quando isso acontece, se prepare porque você vai chorar e vai odiar as pessoas por serem capazes de deixar feridas eternas em alguém.


"Não há nada como a respiração profunda depois de uma gargalhada. Nada no mundo se compara a barriga dolorida pelas razões certas."

Isso livro mexeu com o meu emocional, sem a menor sombra de dúvidas! Sorri com ele, mas também chorei horrores. Nele podemos ver de perto como os transtornos emocionais acontecem e que coisas que ocorrem na infância nos seguem para o resto de nossas vidas. 

É um livro fantástico, mas se você espera que seja leve, está no lugar errado! Ele fala de relacionamentos abusivos, traumas, homofóbia e meis algumas coisas. Todavia, ele é recheado de músicas deliciosas de serem ouvidas e livros que são considerados clássicos! A escrita é gostosa e fluída, o autor consegue prender seus leitores. 


"Então, esta é minha vida. E quero que você saiba que sou feliz e triste ao mesmo tempo, e ainda estou tentando entender como posso ser assim."

Já leu esse livro ou conhece alguma outra obra do Chbosky? Me conta aqui em baixo! Amo ler os comentários de vocês!

*Gente não tô conseguindo responder os comentários, mas juro que leio todos! 






Queridos amigos

Reprodução/ Pinterest
Cansei! Cansei de chorar por sentir que não tenho ninguém que realmente se importe, por não achar que sou bonita o suficiente, por não me achar legal o suficiente ou pior interessante o suficiente.
Sei que é chato ter que falar isso, mas cheguei a uma fase da minha vida que não quero e não tenho mais paciência para falsidades. Se for chamar para sair só por educação, não chame. Se for pedir para ficar porque algum amigo convenceu, não peça. Se for me fazer algo porque é isso que os outros esperam, não faça! 

Tô cansada de só eu puxar assunto, só eu chamar para conversar, de ter que ficar me matando para tentar deixar o assunto não morrer. É exaustivo, é chato ter que viver fazendo isso, parece que a pessoa está ali apenas por educação, parece que eu estou atrapalhando algo impotante, é como se ela não se importasse e eu cansei disso.

Já faz um ano que parei de chamar as pessoas para conversar, na verdade se você entrar no meu Whatsapp vai descobrir que minhas últimas conversas se resumem a minha mãe, alguns amigos e alguns grupos. Nesse um ano se dez pessoas vieram falar comigo sem pedir favor ou algo do gênero, foi muito!

Então quero dizer a todos aqueles que me tem como amiga o seguinte:

Não quero conversas curtas e unilaterais, não quero convites por obrigações, não quero sua "educação", não quero nada disso! O que eu quero então? Simples, quero longas conversas, naquelas que você pode até cair no sono, mas sempre retorna como se nada tivesse acontecido. Quero risadas, áudios, fotos e quando o assunto acabar? Vamos falar sobre dinossauros, estrelas, comida ou qualquer outra coisa!

Quero snaps com filtros e poses estranhas, quero textões, xingos quando for necessário, convites para ir tomar um sorvete e se estivermos sem dinheiro? Sem problemas, vamos sentar em um dos bancos da praça e observar o movimento. Quero noites acordada trocando mensagens, assistindo filmes (menos os de terror) e comendo pipoca.

Quero ficar "éons" sem falar com alguém, mas que quando nos falemos seja como se nada tivesse acontecido. Quero abraços fortes e demorados, quero piadas bobas, conversas estranhas, risadas de doer a barriga, caretas, troca de olhares e piadas internas!

Quanto ao amor? Bem, quero alguém que encha meu estômago de borboletas, abraços que façam me sentir segura, sorrisos secretos, fotos espontâneas, declarações inesperadas, cartas escritas a mão, beijos que me façam derreter, ligações no meio da noite e tudo o que tiver direito! 

Mas acima de tudo, para ambos, quero compreensão! Compreendam que nem sempre estou bem, que quanto mais me afasto mais preciso de alguém aqui e que quando me fecho é porque tá tudo indo mal. Entendam que nem sempre me sinto bonita e/ou segura o suficiente para sair. Não é que eu não goste de ser chamada para rolês marcados de última hora, é só que é complicado, okay?! 

Preciso de pessoas que entendam que quando me calo, é porque a vontade de chorar está maior que tudo, que as vezes preciso de um abraço mais do que tudo nessa vida, que não fui capaz de alcançar alguns sonhos de infância e isso me corrói, que algumas "piadas" não tem graça e me magoam.

Me pergunto se é tão difícil achar pessoas assim? E se sim, por quê? Porém, saiba que tenho fé que encontrarei pessoas que não se importam em ser cheias, pessoas que transbordam e não acham fraqueza demonstrar sentimentos. Tenho fé de que já conheço pessoas assim, mas que talvez elas só estejam com vergonha de serem quem são!

Aos meus amigos: se estiveram até aqui por obrigação, sintam-se livres para partirem, mas se estiveram por amizade real, demonstrem sem medo (juro que fica só entre nós).

Aos que vão chegar: saibam que agora só aceito o que é verdadeiro e demonstrado!

Metas para 2017

Reprodução/ Pinterest
Eu sei, eu sei, tô meio atrasadinha com as metas, maaas perdoa o erro e não desistam de mim, please!

Já vou avisando que para esse ano fiz poucas metas, porém são metas que vou me empenhar para cumprir. Então vamos lá!

1. Uma vida mais saudável.

Reprodução/ Pinterest
"Xiii Maju, você não disse que eram metas reais? vai me começarlogo com essa molier!", pois é tá aí uma coisa que tenho que conseguir esse ano. Não apenas por questões estéticas, mas (principalmente) por questões de saúde em si!
Sendo assim, farei uma reeducação alimentar e começarei algum tipo de ativadade física, por mais difícil que isso possa parecer.

2. Ler mais!

Reprodução/ Pinterest
2016 foi o ano em que menos li em toda minha vida e isso me deixou um tanto decepcionada. Por isso em 2017 pretendo ler bem maaaais e vou te contar que já comecei bem, porque estamos no terceiro dia e já li um livro todinho!

3. Mais nacionais, por favor!

Reprodução/ Pinterest
Fazendo um puxadinho da meta acima, já coloco que quero ler mais livros nacionais nesse ano (o que não vai ser difícil, já que comprei uns 15 livros na black friday da Arwen) e também quero conhecer mais autores nacionais!

4. Agora o canal saí!

Reprodução/ Pinterest
Não, não é uma ilusão! Esse ano finalmente começarei o canal no Youtube, prometo! Se tudo correr bem, ainda essa semana saí vídeo por lá, mas já vou avisando: não sou lá muito boa nessa história de edição! :S

5. Blog de cara nova


Os mais próximos de mim sabem que essa não é só uma meta, mas também um sonho! Já faz um bom tempo que venho pesquisando preços e fazendo orçamentos para que o blog fique do jeitinho que quero e com um layout próprio. Infelizmente o money está em falta para colocar isso em prática, mas tenho fé que em 2017 vai pra frente!

6. Ser mais organizada

Reprodução/ Pinterest
Se teve algo que 2016 me ensinou super bem, foi que organização é muito importante! Faculdade, trabalhos, livros, família, amigos, blog e mais um monte de coisas que era preciso conciliar, porém não consegui por conta da desorganização. Sei o que está pensando "Ah Maju, não é para tanto!", admito que pensava assim até que tudo virou uma bola de neve e no final do ano já não tinha tempo nem para respirar. SENHOOOOOOR!


Essas são minhas metas para esse ano, como disse não são muitas, mas prefiro não esperar tanto de 2017, afinal sempre adorei surpresas!

Mas me conta, quais suas metas para esse ano?

Wattpad

Citação:

"O amor não é uma brincadeira! Não é a suavidade das flores! É trabalho pesado, uma busca que nunca termina. Exige tudo de você, especialmente a verdade. Somente então lhe concede recompensas."

- A Casa de Hades.

Blog Archive