Traiçoeira Vida

10:08

Reprodução
Me perdi, me iludi e mais uma vez sofri. Por que é que ainda acreditei na vida, ela sempre se mostrou tão traiçoeira, sempre me cobrou preços tão altos com juros grandiosos.
Quando criança ela costumava me dar dias felizes e ensolarados, “sorria criança,  sorria e se divirta sem se preocupar  com o preço que irei te cobrar”. E então quando a noite caía, ela batia em minha porta para cobrar pelos sorrisos e falsas felicidades que me dera, “vim receber o preço de teus belos sorrisos e de teus ruídos tão melodiosos e felizes,  mas não se preocupe, não exigirei que me pague a vista, como entrada de meu pagamento, te deixo a agonia e ansiedade, elas são ótimas companhias para crianças sem amizades”. E com o passar das horas,  estas cresciam e a vida tão esperta, ficava a espreita e quando a agonia e a ansiedade se tornavam grandiosas, quando eu menos esperava, pof… a vida me acertava em cheio dizendo, “está na hora de liquidar a sua conta, te deixo o medo e o sofrimento. Agora corra para o seu leito criança e sofra, chore a noite toda com medo daquilo que ama”, e assim partia me deixando sozinha.
Eu, em minha inocência ou ignorância,  acreditei mais uma vez na vida que sempre me fora tão traiçoeira e agora sofro novamente, choro,  grito e de nada adiantará,  ninguém poderá me ajudar, assim como ninguém pode me ajudar naquelas noites doze anos atrás…

Escrito em: 18 de julho de 2014

You Might Also Like

0 comentários

Hey, me conta o que achou! ♥

Wattpad

Citação:

"O amor não é uma brincadeira! Não é a suavidade das flores! É trabalho pesado, uma busca que nunca termina. Exige tudo de você, especialmente a verdade. Somente então lhe concede recompensas."

- A Casa de Hades.

Blog Archive