Primeiro Dia

10:09

Reprodução

E lá estava eu, encarando o teto novamente, porque tenho essa mania de ficar olhando para ele como se o coitado pudesse me dizer todas as respostas, mas não pode!
Era o primeiro dia de aula, o despertador já estava tocando pela quinta vez, quando resolvi deixar essa mania boba de lado e me levantar, afinal não havia saída, eu tinha que voltar para a escola, e o pior para o meu último ano nela!
Não é que eu não esteja ansiosa pela formatura, ou feliz em rever meus amigos, também não é que eu não goste da escola. É só que tenho sérios problemas em estar em público, lugares com um número grande de pessoas então, nem se fale. Não importa quanto me digam que é legal conhecer novas pessoas (até porque, isso eu já sei), ou para não me preocupar tanto, não vai funcionar, faz parte da minha essência ser assim.
Queria ser uma daquelas garotas que simplesmente conseguem levantar ao primeiro toque do despertador, que não se preocupam com  o que as pessoas vão achar delas, e que não precisam esconder com maquiagem as noites mal dormidas, olhos inchados pelo choro ou esconder a si mesmas. Mas não sou!
E isso foi o que eu fiz, escondi com maquiagem as olheiras, os vestígios de tristeza, e tentei fazê-la de escudo para que conseguisse me sentir melhor. Porém no fim do dia, isso não me ajudou em nada, a noite quando desabei na cama, chorei até pegar no sono.
Entenda, não é que eu não goste das pessoas, na verdade eu gosto. Só tenho medo delas, medo que elas me machuquem novamente, por isso nunca deixo ninguém se aproximar muito, porque temo que elas se aproximem demais, e depois se mandem sem nem dizer adeus ou dar um motivo.
Quando você permite que te cativem, este é um risco que se corre! Todavia devo deixar claro que estou cansada de partidas, atualmente minha vida parece uma mistura de decisões, momentos e saudades. E isto é exaustivo, emocionalmente falando.
Então, creio que não preciso explicar porque estou tão nervosa com o fim do colegial, não é? Quero dizer, ir para a faculdade, fazer novos amigos e me adaptar com a nova turma, isto é realmente complicado pra mim.
Poxa, essa é a primeira turma de quem realmente gosto, a primeira que faz eu me sentir bem, e faz com que eu me sinta parte do mundo também. E se eu não me adaptar a turma da faculdade? Se eu perceber que aquele curso não é exatamente o que eu quero? Se eu não fizer novos amigos? Se eu não me acostumar com a nova rotina? Ou pior, e se eu não passar em nenhuma faculdade?
São tantas dúvidas que se misturam aos problemas e me corroem por dentro. Mas não tem jeito, vou ter que esperar para conhecer as respostas para todas as minhas perguntas, esperar enquanto vou vivendo, e assim lutando para superar todos os meus problemas.

Escrito em: 11 de fevereiro de 2015

You Might Also Like

0 comentários

Hey, me conta o que achou! ♥

Wattpad

Citação:

"O amor não é uma brincadeira! Não é a suavidade das flores! É trabalho pesado, uma busca que nunca termina. Exige tudo de você, especialmente a verdade. Somente então lhe concede recompensas."

- A Casa de Hades.

Blog Archive